Publicado por: ferdesigner | 30/12/2016

Desmatamento na Amazônia cresce pelo segundo ano consecutivo

O desmatamento voltou a crescer na Amazônia e foi o maior desde 2011. A taxa de aumento registrada é a mais alta, junto a de 2013, desde o início dos anos 2000.

Foi o segundo ano consecutivo de crescimento do desmatamento. Os dados são derivados do Prodes (Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite) e foram divulgados na terça-feira (29) pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Entre agosto de 2015 e julho deste ano, houve um crescimento de 29% da derrubada da floresta amazônica. Foram devastados 7.989 km² de mata. A área equivale a pouco mais de cinco municípios de São Paulo.

Os dados do período anterior, entre agosto de 2014 e julho de 2015, já apresentavam crescimento de 24%. Isso representa o segundo maior crescimento registrado desde o ano 2000.

Entre os Estados com presença da floresta (Amazônia Legal), o Amazonas foi o que apresentou o maior crescimento da taxa, de 54%. Na região, foram devastados 1.099 km² de mata.

Na sequência, os maiores aumentos aconteceram no Acre (47%), Pará (41%) e Tocantis (40%). No Mato Grosso, a taxa caiu 6%, mas, em compensação, em valores absolutos, o Estado ocupa a inglória 2ª posição, com 1.508 km², atrás apenas do líder Pará, com 3.025 km² de desmate.

Desde o início do acompanhamento do Prodes, em 1988, cerca de 421.871 km² de Amazônia Legal foram devastados no Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: