Publicado por: ferdesigner | 09/12/2015

Acordo de logística reversa tem meta de recolher 22% a mais de embalagens

acordo-logisticareversa-ecod.jpg

Ao todo, 20 associações assinaram o documento
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O acordo de logística reversa de embalagens, que pretende formalizar o processo de reciclagem de embalagens dos mais diversos produtos, foi assinado na quarta-feira, 25 de novembro, pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e entidades setoriais.

A primeira meta, de recolher 22% a mais de embalagens do que já são recolhidas atualmente, será avaliado em dois anos. “Vamos rever depois para, com o tempo, chegarmos a 100%”, disse a ministra à Agência Brasil.

Com o acordo, os empresários signatários vão ter que tirar do mercado as embalagens dos produtos que colocaram à venda e encaminhar para a reciclagem. Ao todo, 20 associações, representantes dos mais diversos setores, como alumínio, alimentos, cosméticos e bebidas e também de catadores, assinaram o documento, que demorou quatro anos para ser concluído.

As empresas signatárias agora têm o compromisso de comprar todo o material reciclado que for ofertado pelas cooperativas

“Falta muita coisa, mas não é trivial convergir setores produtivos, cada um com seus interesses”, disse Izabella Teixeira, acrescentando que o ponto mais importante do pacto é a formalização da cadeia produtiva de reciclagem.

Capacitação de cooperativas
Segundo o presidente da associação Compromisso Empresarial para Reciclagem, Victor Bicca, no Brasil 65% das embalagens colocadas no mercado são recicladas. “Em alguns casos, como no das latas de alumínio, somos campeões mundiais de reciclagem, com aproveitamento de 98%”, disse. “A gente vai desenvolver projetos, capacitando as cooperativas e tornando-as cada vez mais aptas para fazerem a coleta em parceria com municípios ou outros parceiros”.

O empresário enfatizou que as empresas signatárias agora têm o compromisso de comprar todo o material reciclado que for ofertado pelas cooperativas.

O acordo está previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos, de 2010. Assim como este, já foram assinadas parcerias nos setores de agrotóxicos e óleo mineral. Ainda estão em fase de elaboração acordos na área de medicamentos e de eletroeletrônicos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: