Publicado por: ferdesigner | 11/12/2014

Guia Exame 2014: As 10 empresas com melhores práticas nas categorias de sustentabilidade

A edição 2014 do Guia EXAME de Sustentabilidade foi conhecida na quarta-feira, 5 de novembro. A lista, considerada o maior levantamento de sustentabilidade corporativa do país, reúne exemplos inspiradores. Neste ano, 61 empresas-modelo são apresentadas por 19 setores, com destaque especial para as companhias com as melhores práticas em cada um deles.

Além disso, a revista EXAME também destaca as companhias com as melhores práticas em 10 categorias da sustentabilidade. São elas: Governança de Sustentabilidade; Direitos Humanos; Mudanças Climáticas; Relação com a Comunidade; Relação com Clientes; Gestão de Fornecedores; Gestão de Água; Gestão de Biodiversidade; Gestão de Resíduo; e Ética e Transparência.

kirin-ecod.jpg
Saber ouvir os diversos stakeholderes é o principal trunfo da Brasil Kirin
Foto: Wikimedia Commons

  • MELHOR EM GOVERNANÇA DE SUSTENTABILIDADE: Brasil Kirin

Saber ouvir é a chave da política de sustentabilidade da fabricante de bebidas Brasil Kirin. Em 2013, a empresa criou uma vice-presidência de assuntos corporativos e sustentabilidade, além de um comitê para a área que reúne lideranças de 15 setores diferentes da companhia. Além disso, a empresa possui um canal de comunicação para receber contribuição de stakeholders sobre o que pode ser melhorado na política de responsabilidade socioambiental e ações que podem receber mais investimentos.

avon-ecod.jpg
Campanha Fale sem Medo ajuda a coibir a violência contra a mulher
Foto: Divulgação

  • MELHOR EM DIREITOS HUMANOS: Avon

A Avon desenvolve um trabalho exemplar de combate à violência contra a mulher. Seguindo investidas mundiais, a gigante dos cosméticos lançou no Brasil, em 2008, a campanha Fale sem Medo. Por meio dela, a empresa busca ampliar a percepção dos brasileiros em relação à Lei Maria da Penha, criada em 2010 para coibir a violência contra as mulheres. Outra investida, essa mais recente, foi a parceria com o Fundo de Investimento Social Elas, que selecionou 31 projetos ligados à defesa dos direitos das mulheres para receber apoio financeiro.

brf-ecod.jpg
BRF aumentou o transporte por trem e ampliou usou de energia limpa
Foto: Germano Lüders/EXAME

  • MELHOR EM MUDANÇAS CLIMÁTICAS: BRF

Recentemente, a fabricante de bens de consumo BRF criou a área de Gestão das Mudanças Climáticas, para cuidar dos usos do “capital natural”, os recursos necessários para as operações da empresa. Além da investida, lançou a meta voluntária de reduzir suas emissões de carbono em 10% até 2015. Para cumpri-la, vem intensificando o uso de fontes de energia renováveis e aumentando o transporte por trem, menos poluente que o rodoviário.

bunge-ecod.jpg
Gigante do agronegócio patrocinou iniciativas para melhorar o ambiente de negócios na cidade
Foto: Ivson/Divulgação

  • MELHOR EM RELAÇÃO COM A COMUNIDADE: Bunge

Em 2009, a Bunge inaugurou uma usina de açúcar e etanol na cidade de Pedro Afonso, em Tocantins. Mas os planos da gigante do agronegócio não se resumiam apenas à nova unidade. Por meio de sua fundação, a empresa patrocinou iniciativas para melhorar o ambiente de negócios na cidade. Ofereceu, por exemplo, cursos em parceria com o Sebrae para empreendedores. Além de ajudar a reduzir a informalidade dos negócios locais, a Bunge também atuou na melhoria da qualidade da mão de obra local, que passou a ser incorporada pela própria empresa.

aes-ecod.jpg
AES Brasil padronizou seu atendimento ao público
Foto: Germano Lüders/EXAME.com

  • MELHOR EM RELAÇÃO COM OS CLIENTES: AES Brasil

Em 2009, a AES Eletropaulo era a terceira empresa de telefonia de uma lista inglória: a de reclamações no Procon, órgão de defesa do consumidor. Mas com investimento em informação de qualidade e padronização do atendimento ao público, a AES conseguiu deixar a lista. Em 2013, lançou o programa “Jeito AES de Atender”, para padronizar o atendimento ao público. Mais de 10.000 funcionários passaram pelo treinamento e ainda foram avaliados de forma oculta por executivos da companhia que se passavam por clientes comuns nas lojas e no call center.

camargo-ecod.jpg
Construtora passou a monitorar a madeira comprada de seus fornecedores
Foto: Divulgação

  • MELHOR EM GESTÃO DE FORNECEDORES: Camargo Corrêa

Infelizmente, a extração de madeira ilegal ainda é uma realidade no Brasil e que apresenta riscos crescentes ao meio ambiente e também para os negócios. Atenta à questão, a construtora Camargo Corrêa passou a monitorar a madeira comprada de seus fornecedores, reduzindo o risco de danos à reputação por uso de material extraído ilegalmente. A empresa investiu na implantação de um sistema de rastreamento que cobre a maior parte da quantidade de madeira que compra todos os anos para suas obras.

ambev-ecod.jpg
Movimento Cyan atua na melhoria das bacias hidrográficas
Foto: Tatiana Vaz/Exame.com

  • MELHOR EM GESTÃO DE ÁGUA: Ambev

A fabricação de cerveja é um negócio sedento. Só no ano passado, a fabricantes de bebidas Ambev vendeu 11,8 bilhões de litros de cerveja e 4,6 bilhões de litros de refrigerante. Tudo isso leva água – muita água. Não à toa, o líquido precioso está no centro das ações de sustentabilidade da empresa. Entre elas, destaca-se o Movimento Cyan, lançado há quatro anos, para conscientizar as pessoas sobre o uso racional da água. O foco do projeto é atuar na melhoria dos recursos hídricos em todas as bacias hidrográficas em que se localizam as fábricas da empresa no Brasil.

danone-ecod.jpg
Danone compensa os efeitos da produção de seu famoso Danoninho
Foto: Andrey Rudakov/Bloomberg

  • MELHOR EM GESTÃO DE BIODIVERSIDADE: Danone

Você sabe qual o impacto ambiental de um Danoninho? Instigada para saber a resposta desta pergunta, a fabricante de produtos lácteos Danone fez, ao longo de 2013, um detalhado estudo. Para compensar os efeitos da produção de seu famoso petit suisse sobre os recursos naturais, a a empresa adotou uma série de ações. Investiu 29 milhões de reais nos rios da região de Poços de Caldas, em Minas Gerais, onde fica sua fábrica, para melhorar a qualidade das águas, indispensável para a produção do Danoninho, e também fechou parcerias com fornecedores para reduzir a quantidade de defensivos agrícolas usados nos morangos.

coca-ecod.jpg
Coca-Cola criou o projeto Coletivo Reciclagem junto a cooperativas
Foto: Remy Gabalda/AFP

  • MELHOR EM GESTÃO DE RESÍDUO: Coca-Cola

A Coca-Cola tem uma meta desafiadora: reciclar 100% das suas embalagens de refrigerantes até 2020. Hoje, a empresa já recicla 98% do alumínio, mas apenas 60% do plástico da garrafa PET. Para melhorar essa taxa, a empresa criou o projeto Coletivo Reciclagem. Dele participam cerca de 400 cooperativas, que recebem auxílios conforme suas necessidades. As menores e mais rudimentares, por exemplo, recebem apoio jurídico para se formalizar e comprar equipamentos de segurança, como luvas e botas.

loreal-ecod.jpg
Produtos da L´Oréal: crescimento também nos itens vendidos em farmácias
Foto: Bloomberg

  • MELHOR EM ÉTICA E TRANSPARÊNCIA: L’Oreal

O respeito às pessoas, às leis e aos costumes locais são pilares do código de ética da multinacional francesa de cosméticos L’Oréal. Criado há mais de dez anos, ele é atualizado com frequência para inserir novas diretrizes. A prevenção contra a corrupção é uma das mudanças mais recentes. E a diretriz veio acompanhada de mecanismos de denúncia. A empresa criou um canal exclusivo para receber denúncias de irregularidades, batizado de Voz Ativa, que vale internamente, como também nas negociações e parcerias com o público externo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: