Publicado por: ferdesigner | 12/11/2014

Nobel de Física sai para inventores da tecnologia LED

 lampadaled-ecod.jpg

O Prêmio Nobel de Física foi concedido nesta terça-feira, 7 de outubro, aos pesquisadores Isamu Akasaki e Hiroshi Amano (Japão) e Shuji Nakamura (Estados Unidos), pela invenção do díodo eletroluminescente (LED), anunciou o júri em comunicado.

Os consagrados foram reconhecidos pela descoberta dessa tecnologia, que permite uma economia significativa de energia.

“A invenção foi revolucionária”, considerou o júri, para quem “as lâmpadas incandescentes iluminaram o século 20; o século 21 será iluminado pelas lâmpadas LED”.

Os três pesquisadores produziram raios brilhantes de luz azul, a partir de semicondutores, no início da década de 1990, desencadeando transformação fundamental na tecnologia de iluminação, de acordo com o júri do Nobel.

Antes, já existiam diodos vermelhos e verdes, mas sem a luz azul, não podiam ser criadas lâmpadas brancas. Criar o LED azul foi um desafio que se arrastou por três décadas.

As lâmpadas LED emitem luz branca brilhante, têm longa duração e usam muito menos energia do que as lâmpadas incandescentes criadas por Thomas Edison no século 19.

“Eles tiveram sucesso onde todos falharam”, destacou o júri, acrescentando que “com o advento de lâmpadas LED, temos agora alternativas mais duradouras e mais eficientes do que antigas fontes de luz”.

Características

As lâmpadas LED emitem luz branca brilhante, têm longa duração e usam muito menos energia do que as lâmpadas incandescentes criadas por Thomas Edison no século 19.

Por terem necessidade de eletricidade muito baixa, as lâmpadas LED podem ser ligadas à energia solar, barata e local, uma vantagem para mais de 1,5 bilhão de pessoas em todo o mundo que não têm acesso à rede de eletricidade.

Premiação

Os pesquisadores vão partilhar o prêmio de 8 milhões de coroas suecas (o equivalente a 883 mil euros).

No ano passado, o Nobel de Física foi atribuído ao britânico Peter Higgs e ao belga François Englert pela descoberta da “partícula de Deus”, responsável por dotar de massa todas as partículas elementares.

Como é tradição, os cientistas receberão o prêmio durante cerimônia em Estocolmo, no dia 10 de dezembro, data da morte do fundador do prêmio, Alfredo Nobel, em 1896.

(Via Agência Lusa)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: