Publicado por: ferdesigner | 04/09/2014

Gol faz primeiro voo internacional com biocombustível

gol-ecod.jpg

Operado em um Boeing 737-800 NG, o voo utiliza o primeiro bioquerosene produzido no Brasil
Fotos: Divulgação

O primeiro voo internacional de uma companhia aérea brasileira com biocombustível foi realizado na quarta-feira, 30 de julho, entre Orlando (EUA) e São Paulo, pela Gol em parceria com a Amyris, empresa especializada em produtos renováveis.

Operado em um Boeing 737-800 NG, o voo utiliza o primeiro bioquerosene produzido no Brasil e certificado, após revisão da norma D7566, desenvolvida pelo Comitê ASTM (ASTM International) sobre produtos petrolíferos, combustíveis líquidos e lubrificantes.

O abastecimento utilizou um blending (mistura) com 10% do combustível renovável a partir da cana-de-açúcar, produzido pela Amyris em Brotas, interior de São Paulo, e 90% de combustível fóssil para operar o voo G3 7725, entre Orlando (Estados Unidos) e Santo Domingo (República Dominicana), que seguiu para o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. A expectativa é realizar outros voos ainda este ano.

Estas operações fazem parte da assinatura de um memorando de entendimento, realizada em outubro de 2013. O acordo prevê que GOL e Amyris trabalharão juntas para estruturar um programa de uso de combustível de aviação renovável derivado de cana-de-açúcar.

gol-interna.jpg“Este ano a Gol consolidou importantes projetos relacionados ao seu compromisso com a sustentabilidade do setor. Operamos o primeiro voo do Aeroporto Tancredo Neves, em Confins (MG) abastecido com biocombustível, concluímos 200 voos ‘verdes’ iniciados na Copa do Mundo e agora somos a primeira aérea brasileira a realizar um voo internacional com combustível renovável e, além disso, derivado da cana-de-açúcar brasileira”, destaca Pedro Scorza, diretor Técnico Operacional da companhia.

Combustível renovável

O trabalho em conjunto estabelecido nos últimos anos é essencial para a busca de avanços e o aumento do uso de bioquerosene no Brasil. Entre os parceiros estão a Plataforma Brasileira do Bioquerosene, Boeing, Amyris, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), entre outros. “Juntos, estamos trabalhando para alcançar o marco de 1% de combustível renovável na frota da Gol em 2016”, complementou Scorza.

“Como nossos parceiros, estamos muito satisfeitos em trazer ao mercado o primeiro bioquerosene feito a partir da cana-de-açúcar brasileira e em mostrar ao mundo que é possível cumprir metas de emissões estabelecidas pela indústria da aviação, com desempenho igual, ou melhor, e ao mesmo tempo contribuir com o desenvolvimento econômico do país”, afirma Adilson Liebsch, diretor Comercial da Amyris no Brasil.

Ao longo de 2013, com medidas para redução de consumo de combustível, a Gol afirma ter deixado de emitir mais de 12 mil toneladas de carbono. Este novo combustível de aviação renovável, desenvolvido pela Amyris, empresa de biociência industrial, e pela Total, uma das maiores empresas de energia do mundo, pode reduzir em mais de 80% as emissões de gases de efeito estufa, quando comparado aos combustíveis derivados de petróleo atualmente utilizados.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: