Publicado por: ferdesigner | 26/06/2013

MPF busca informações sobre desperdício de energia eólica

eólica

Tem foi tratado em audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados

O procurador da República André Bueno da Silveira participou da audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, na quarta-feira, 12 de junho, para debater a questão do desperdício de energia eólica por falta de linhas de transmissão em alguns estados do Nordeste – especificamente, Bahia, Ceará e Rio Grande do Norte.

De acordo com o procurador, o papel do Ministério Público Federal (MPF) nessa audiência foi o de colher mais informações sobre o tema. Na Bahia já há um expediente extrajudicial instaurado para avaliação desses casos.

Uma das informações solicitadas pelo procurador da República foi a questão da alocação do risco de atraso na construção de linhas de transmissão – “porque o risco tem um valor econômico”, alertou. Quem assume a atividade tem que arcar com o respectivo risco; e quando o empreendimento é muito grande, ele envolve valores substanciais. “Eu gostaria de conhecer mais o raciocínio que foi feito para que não fosse transferido para as geradoras de energia o risco de atraso da construção das linhas de transmissão”, disse André Silveira. De acordo com a Aneel, optou-se pela não transferência do risco para as geradoras para que esse custo não fosse repassado ao consumidor a ponto de afetar o caráter módico da tarifa.

No caso da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), demonstrou-se que havia conhecimento de que exigências ambientais, arqueológicas e paleontológicas, entre outras, poderiam causar atrasos na construção das linhas de transmissão, além de outros problemas de planejamento. Mesmo assim, os representantes da companhia afirmaram que a Chesf assumiu o risco.

Estiveram presentes também na audiência pública o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Altino Ventura Filho; o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Donizete Rufino; o presidente da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), João Bosco Almeida; o representante da Renova Energia, Ney Maron de Freitas; e a vice-presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), Rosana Santos.

Informe da Procuradoria Geral da República

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: