Publicado por: ferdesigner | 01/03/2013

China busca padrões mais rígidos para combustível após ’smog’

A China anunciou padrões mais rígidos de combustível na tentativa de reduzir emissões danosas após um nevoeiro contaminado por fumaça, conhecido como smog, encobrir parte do país no mês passado. As medidas, contudo, só devem vigorar totalmente depois de, pelo menos, cinco anos.

“Dado o rápido aumento na venda de carros, as emissões dos veículos têm tido crescente impacto na poluição do ar”, disse o governo  em comunicado.

O Conselho de Estado chinês ordenou que o enxofre contido tanto no petróleo quanto no diesel fosse reduzido a não mais do que 10 partes por milhão (ppm) até 2017, segundo a nota. O limite atual é de 50 ppm.

A queima de combustíveis com enxofre produz o dióxido de enxofre, poderoso poluente do ar.

A capital chinesa, Pequim, já começou a implementar o novo padrão, mas outras cidades terão um período de tolerância até 2017, segundo informações da agência de notícias oficial Xinhua.

“O cronograma mostra que a China vai ter que apressar o passo para aumentar a qualidade dos gases emitidos”, disse Wang Zhen, número dois do Instituto de Pesquisa de Estratégias Energéticas da China (China Energy Strategy Research Institute), vinculado à Universidade do Petróleo da China.

Frota de carros – Pequim e outras áreas do Norte do país foram tomadas por uma neblina tóxica várias vezes em janeiro. O episódio suscitou críticas na internet e provocou uma onda de reclamações, até mesmo por parte da mídia estatal.

Emissões provenientes da queima de carvão em centrais de energia e a fumaça produzida por uma quantidade de carros cada vez maior são apontadas como as principais causas da intensa poluição no país.

A venda de carros na China explodiu com o rápido crescimento econômico. O país já é o maior mercado automobilístico do mundo, com um número estimado em 240 milhões de veículos motorizados nas ruas, segundo dados oficiais.

Um alto funcionário da gigante do petróleo chinesa Sinopec afirmou no fim de janeiro que, até o fim de 2014, a empresa terá adaptado suas refinarias e passará a vender produtos que estejam de acordo com elevados padrões ambientais.

Mas combustível mais limpo também significaria preços mais altos nos postos de combustíveis, disse a agência Xinhua, o que pode provocar descontentamento da população. (Fonte: UOL)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: